Esses dias eu fui assistir Twenty, o tal documentário sobre os 20 anos do primeiro álbum do Pearl Jam. Documentário sensacional, banda sensacional.

E falar dos 20 anos de Ten sem falar de Nevermind e Kurt Cobain é impossível. Então, lá pelas tantas todos falam da genialidade do Kurt. E o Eddie Vedder fala dele de forma tão doce, tão bonita, ele é tão “compreensível” com o Kurt que na hora eu só conseguia pensar em I Don’t Blame You (e em como eu tremia loucamente quando a Chan cantou essa música no show em São Paulo – o vídeo lá em cima é do show em questão, by the way).

They said you were the best,
But then they were only kids
Then you would recall the deadly houses you grew up in
Just because they knew your name,
Doesn’t mean they know from where you came
What a sad trick you thought that you had to play.
But I don’t blame you

They never owned it
And you never owed it to them anyway.

I don’t blame you.