segue o teu destino
rega as tuas plantas
ama as tuas rosas
o resto é a sombra
de árvores alheias
a realidade
sempre é mais ou menos
do que nós queremos
só nós somos sempre
iguais a nós próprios.
suave é viver só
grande e nobre é sempre
viver simplesmente
deixa a dor nas aras
como ex-voto aos deuses
vê de longe a vida
nunca a interrogues
a resposta está além dos deuses
mas serenamente
imita o olimpo
no teu coração
os deuses são deuses
porque não se pensam

Ricardo Reis (F. Pessoa)